Novo acessório elimina o recuo do rifle de assalto MW2 em Modern Warfare 3

Uma das peças de reposição disponíveis no MW3 elimina efetivamente o recuo vertical em um rifle de assalto Modern Warfare 2, tornando-o altamente eficaz para derrubar oponentes a qualquer distância.

A inclusão de peças de reposição e kits de conversão introduziu uma nova dimensão de jogabilidade em Call of Duty, resultando em alterações significativas nas armas e permitindo seu uso de maneiras totalmente novas.

Na quarta temporada, Modern Warfare 3 trouxe a introdução do JAK Requiem, um AMP adicional para o Kastov 762 do MW2 que é baseado no famoso AK47. No entanto, não é tão forte quanto o original.

A descrição do acessório afirma que se trata de um sistema de rifle contrabalançado que elimina efetivamente o recuo vertical. Esta afirmação é completamente verdadeira, pois o acessório reduz o recuo vertical em 100%, essencialmente erradicando-o.

A diferença completa entre o Kastov 762 normal e a arma com o JAK Requiem foi demonstrada por JGOD durante seu showcase em https://x.com/jgodyt. Ele forneceu prévias de ambas as versões, destacando suas características distintas.

Apesar do padrão de recuo gerenciável da arma, a eliminação do recuo vertical tornou-a muito mais fácil de usar. No entanto, é improvável que o Kastov 762 se torne uma escolha popular no meta, ao contrário de outras armas que receberam o tratamento JAK.

Apesar da adição de peças de reposição, o Kastov 762 fica aquém em comparação com o BP50 e o MCW, que se tornaram SMGs poderosos. Falta o mesmo nível de impacto dos populares loadouts de Warzone, tornando-o uma escolha menos atraente de usar.

Apesar de seu potencial, a arma ainda será ofuscada por outras armas de alta precisão, como a Holger 26 e a SVA 545. No entanto, se você estiver lutando para acertar tiros de longo alcance de forma consistente, mesmo com as configurações superiores do controlador Warzone, pode valer a pena considerar experimentar o JAK Requiem.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *